Social Icons

DESTAQUE

PURO STYLE - SE EU TE PERCO (VIDEO)

Puro Style é o grupo que juntou integrantes dos SSP e O2 (N'SexLove) , este video tem como título Se Eu Te Perco, consta do album...

31 dezembro 2011

DINO CROSS MIXTAPE FREE DOWNLOAD

Fases do Rap Angolano! FREE DOWNLOAD!!!!

Fases do Rap angolano é a proposta que Dino Cross apresenta em forma de mixtape para dar a entender o percurso que o rap angolano teve nos primeiros anos da sua afirmação. Este é o volume I de III ou IV, e nela constam nomes como SSP, Nelboy das Da Burdha, Simimi Ni Moyo, Coligação Forever, Donna Kelly, Bell B, Girinha, GP, Afrodity, Yong Squad, Esquadrão 8, Big Squad, Grito de Consciência, Hemoglobina, Phathar Mak, Kool Klever, Ikonoklasta, MC K, Gutto, Warrant B, Army Squad, Negro Bue, Heavy C, Man Killa, Kalibrados, Leonardo Wawuti, Jeff Brown, Lizha James, Mr Arssen, Vui Vui, Extremo Signo e The Magic MC.
Parte das músicas são antigas e conhecidas e as outras nem tanta pelo menos pela nova geração de consumidores do rap feito por angolanos, para alem do valor documental esta mixtape torna-se mais interessante pelos remixs e misturas feitas nas músicas.
O critério da selecção musical foi aleatória entre as músicas que marcaram uma época, baixem e divulguem, afinal isso é historia.

DINO CROSS MIXTAPE HOJE AS 23 HORAS

30 dezembro 2011

Neyo, Kelly Rowland e Ludacris em Angola

Show Unitel boas festas!

Texto: DinoCross (twitter.com/dinocross) - Fotos: Edivaldo dos Santos (twitter.com/NiggaEdi)

Para encerrar o ano de 2011 em grande a STEP MODELS, realizou nos meados do mês de Dezembro o show boas festas UNITEL, no Estádio dos Coqueiros em Luanda. Espectáculo este que reuniu grandes nomes da música Angolana e internacional.

Os artistas nacionais seleccionados para abrilhantar a noite marcaram 2011 com muito sucesso, dai que Canicia, Ady Cudz, Yola Araújo, Zona Cinco, Big Nelo e Anselmo Ralph deram muita “Karga” ao show, quanto aos artistas internacionais, a organização acertou em cheio na escolha dos cantores americanos para o UNITEL BOAS FESTAS, Kelly Rowland, Neyo e Ludacris, foram anunciados e marcaram presença.

Neyo que com o seu talento tem vindo a conquistar muitos fãs em Angola, marcou a sua chegada ao pais com um actos de solidariedade, visitou o hospital pediátrico de Luanda e ofereceu brinquedos as crianças hospitalizadas, “Fiquei bastante comovido com o estado das crianças do hospital pediátrico, nunca vi nada igual” – disse horas antes do show.

O show começou minutos depois das 19 horas, com a entrada em palco da cantora angolanaCanicia, seguida de Ady Cudz que interpretou 3 temas, o ultimo com a participação da Yola Araújo que simplesmente arrasou na performance demonstrando assim uma vasta experiência e segurança em palco. Logo em seguida um guitarrista ao estilo rock, mostrou as suas habilidades levando o público ao delírio, era a entrada oficial da Zona Cinco, a reacção não poderia ser diferente, 100% de aceitação, sem duvida os donos do sucesso, Big Nelo é outro que não fica atrás, canta e dança e o seu estilo energético é e contagiante, a uma dada altura o público pareceu hipnotizado ao vibrar com os passos do Fábio Dance, já o Anselmo Ralphcomo sempre começou a arrasar na entrada, desta vez os bailarinos apareceram como ninjas e foi um verdadeiro espectáculo para terminar a performance dos artistas nacionais.

Luzes apagadas, limpeza e mudança de cenário do palco marcou a entrada Kelly Rowland, senhora de muitos sucesso pelas Destiny Child e a solo, conquistou Luanda com uma rica performance, cheia de dança e sensualidade, o público mostrou que sabe cantar as músicas, dai que acompanhou temas como Dilema, When Love Takes Over e outras, as fotos e o video ilustram um pouco do momento vividos daquela noite.

Apesar de Ludacris ser o homem de cartaz, Neyo com a sua performance interagiu melhor com o público, principalmente o feminino, que não se intimidaram e acompanharam todas as músicas, muita emoção naquele momento e algumas pessoas não conseguiram controlar-se, a jovem Maura Costa é o exemplo prático, minutos depois da entrada em palco do Neyo, desmaiou e foi levada de emergência até a ambulância que estava no local para ser reanimada.

“When I move, you move, just like that “ assim entrou Ludacris a cantar “Stand Up” uma das suas músicas mais populares, foi o momento mais alto da noite, Ludacris antecipou dizendo que a sua actuação é especialmente dedicada aos seus verdadeiros fãs que quase morriam de tanta emoção, foi um repertório curto mais bem seleccionado.

Com este show a Step Models e a Unitel atingiram a sua meta, espera-se que para o ano mais motivos de género tornem a operadora e os seus clientes próximos mais próximos.

16 dezembro 2011

MC K - Inovação

Quem frequenta os espectáculos de Rap no Elinga,(Luanda) e noutros locais, já deve ter reparado a que antes de começar o show há uma feira onde normalmente há discos e t-shirts a venda, está ideia saiu do papel para a pratica inicialmente pela Masta K, como uma fonte alternativa para a divulgação da música rap, sobretudo para aqueles artistas que o fazem com meios próprios ou não estão associados a grandes editoras.

De acordo com o e-mail que acabamos de receber teremos uma INOVAÇÃO dia 18 de Dezembro, na venda do álbum do MC K "proibido ouvir isso", isso no Parque da familia, acompanhe:
Coerência e integridade, são as duas palavras que melhor definem o desempenho deste Rapper, que sempre soube dar respostas, a medida das inúmeras dificuldades imposta pelo regime na divulgação do seu Petróleo Bruto. MCK marca a diferença com seu modelo de Marketing alternativo e radical, demostrando sempre que as ideias tem mais força que os Kumbus. Desta vez surpreendeu-nos a todos, com lançamento do novo álbum em formato USB por intermédio de uma Pen Drive que trará os seus três álbuns e as respectivas letras ( Trincheira, Nutrição e Proibido) e ainda como bónus, três dos albuns mais procurados e actualmente esgotados no Circuito Fechado, Keita Mayanda, Leonardo Wawuti e o primeiro cd do Conjunto Ngonguenha.
Inicialmente estarão disponíveis ao público cerca de 500 flashs (Pendrives) e o preço não está salgado, bastante razoável sobretudo pela Inovação, é um produto novo no hip hop angolano, vamos esperar que está ideia dificulte a vida dos piratas, "já que as pendrives são personalizadas".


Laton e Piracknídeo - Quem sofre também tchila

Laton e Piracknídeo voltaram a entrar em estúdio, desta vez em forma de prenda de natal, oferecem a todos os amigos do rap a música "quem sofre também tchila".

Quem sofre também tchila - DOWNLOAD

09 dezembro 2011

Uma carta para o meu mano Katró!

Prezado amigo MCK, quando recebi a sua mensagem na 4.º feira, anunciando que irias responder ao texto, sorri e em forma de gozo, pedi que pegasses leve, mesmo sabendo que não o farias já que ironicamente tratas-te-me por “Caro Dino” o que não é habitual, para diminuir o peso do meu texto em forma de consolo enviei-te um texto dizendo “estou a tremer”, alguns amigos em comum que temos, chegaram a ligar-me a pedir que acabássemos logo com isso, que não fica bem dois Kambas, trocarem-se linhas grossas assim, uns até chegaram a pedir-me para remover o vídeo já que algumas pessoas aparecem e não querem nenhum envolvimento como o assunto. Kappa sempre soube que és inteligente, eu também já comecei um texto elogiando a vitima, do estilo vou engrandecer a figura afim de levantar a sua auto-estima para depois detona-lo, por acaso esta pratica tem graça, a ideia é suavizar um lado do rosto para depois dar uma grande e boa chapada no outro, assim sendo sinto a necessidade de esclarecer o seguinte:

1 – Jornalismo

Sobre está matéria provavelmente nada tens a ensinar-me, aprendo todos os dias e estou sempre disponível para enriquecer meus conhecimentos, mais não creio que tenhas mais experiência que alguém que tem mais de dez anos de redacção, há erros sim no texto, é que as vezes sou traído por estas tecnologias. Por isso não procure dar-me informação sobre IMPARCIALIDADE e blá blá blá, foi um texto de opinião baseando-se na nossa conversa.

2 – Carbono e Ikonoklasta

A tua tentativa de dar a volta por cima levou-te a dizer que desrespeitei o Carbono e o Ikonoklasta, e que eu deveria pedir desculpas por isso, tas certo sim, Carbono desculpa-me! Não tenho nada contra ti, o MCK quer dar a entender que tenho problemas contigo. Ikonoklasta cantas bué pai, essa cena não é contra ti, não deixe o MCK transferir o foco pra ti e o Carbono, pergunta lá ao MCK aonde ele estava quando discursavas no Atlântico, o facto é que vivemos numa sociedade em que certas palavras soam a ofensas, também acredito que se eu fosse o Carbono, estaria um pouco zangado com o PappyLove depois de ler o que foi escrito.

3 – MPLA

hehehehehehehehehehe pai, eu ri bastante nessa parte, mas dum coro doeu, nunca chamaram-me de bajulador e ainda por cima amador, pai né por mal, mas eu sou bom em tudo que me dedico, (Deus perdoa-me a falta de humildade) se fosse bajulador, seria no mínimo um bom bajulador. (Mas cá entre nós sem que ninguém leia essa parte, mas eu mesmo bajular o MPLA pra que pai? Para ter dinheiro? Né mais fácil engravidar uma mboa com kumbo?, você até sabe que eu não preciso disso.)

4 – A não realização do show

Clara demonstração de respeito a Lei e bué de blá blá blá que deram-me sono ao ler e que culminou a dizeres “...Mas sei que o meu amigo Dino, não percebe nada disto “, ...Caro Dino, se te esforçares um pouco perceberás que o Regime uauê uauê, mama uê mama uê. Ó brada desculpa lá, não quero amiudar a tua resposta, bifaste bem sim, (deixaste meus bradas preocupados, kota Cross lhe bifaram bem, hehehe) mas querer dar a entender que não percebo nem faço leitura da actual conjuntura do pais também já é demais, achas que assim enganas a quem? é um argumento infundado, até porque fui a única pessoa a quem chamaste em particular para analisarmos a questão, por outra, não sinto-me menos prestativo por dar o meu contributo noutra ramo da sociedade, política para os políticos, arte para os artistas, se calhar este conceito está errado, mas eu concordo com a pessoa que ensinou-me que só somos bons quando focamos nossas atenções numa coisa.

5 – A fechar

Se tivesses te dado tempo para acalmar, tenho certeza que responderias o teu direito de resposta com maior lucidez e verdade, eu peguei pesado sim, mas não levei nada ao campo pessoal, claro que não esperava uma resposta cheia de flores, de forma pesada e por duas vezes falei dos teus truques, não trouxe “Ledinés” a conversa, como se de um beef tratasse procuraste desmoralizar-me diante dos teus admiradores, sendo sincero podes até conseguir que eu seja mal visto no movimento hip hop, já que mexi com o Katró, um mc popular e muito respeitado que por sua vez, acusa-me de ter faltado respeito ao público chamando-os de ignorantes, como resultado disso, provavelmente eu venha a cair no descrédito. Entendi que precisavas te defender contra-atacando, esse ideia foi boa sim, mas estarias tu a chama-los de ignorantes se estes não soubessem ler, falaste buê pai, deste jajão citando Leis e uauê uauê, mas desmentir o que escrevi nada, deste uma finta no foco do meu assunto e tas a empurrar-me ao Carbono e Ikonoklasta, você manda jajão, assim Carbono vai me bifar e tal e você pausado num canto só a rir com quem diz “euê quem te mandou...”, é mais um dos teus truques, só que neles eu já não caiu. Nisso de dar sugestões, deverias agradecer-me por ter tomates para falar estas coisas mostrando o rosto, os kambas costumam mentir só para agradar, eu nada posso falar sobre os teus kambas, não gosto nem costumo falar a toa, mas de uma coisa posso te garantir, IMPARCIALIDADE vais encontrar em alguns dos teus bradas, prova disso é que só a tua resposta foi divulgado em facebook e uauês, dando a entender que tornei-me um invejoso do Kappa ou um bajulador do MPLA, o que não é verdade, vês como são os bradas? eu não tenho essa virtude de mentir para agradar, a minha convicção sobre o que está certo ou errado é inabalável, apesar de reconhecer que algumas das minhas opiniões são inconvenientes.

Não é boa ideia levares isso ao capitulo do beef, nossa amizade e nossos laços de parentescos não foram aqui chamados, nem os nomes ao qual sou chamado em fóruns pessoais, Lediné é para bradas chegados como tu. Mas não pense que com este papo, tenho medo ou coisa parecida, apesar de que o biff não engrandece a cultura, eu tenho bagagem e matéria suficiente para dar KARGA, pouco vai importar se os teus fãs virão em cima de mim como estão a fazer em alguns comentários, podes até sentir-te forte porque tens muitos admiradores, e eles não teriam preguiça em me bifarem, mas não convêm trazeres os assuntos de bastidores em públicos, percebi e respeitei o teu direito de resposta, "mas evita só provocares pai, né por mal"

Jogo de futebol no chabba? Até iria se não sentisse uma certa ironia no teu convite, já agora qual é mesmo a causa do jogo? não lembro-me de teres estado em algumas das minhas festas, dai não acho teres uma opinião formada sobre a sua qualidade. Sandra de Sá, Ângela Merkur, Mos Def, Racionais Mcs, Mv Bill, prémio na Rádio Ecclésia, UAU brada, você repa buê pai, sinceramente deixa-la de politiquices e traga-me bom rap aos ouvidos. Quanto a arte da escrito de que vale o teu comentário diante da opinião pública? Repito, você sabe porque e a quem chamaste no Elinga para falar sobre o assunto. Da mesma maneira poderia dizer-te deixa a arte de repar para quem o faz bem, não posso dizer isso sabes porque? Porque não falo a toa e teus fãs diriam “tas maluco”.

Eu costumo desejar feliz natal e próspero ano novo com uma prenda, a tua já está preparada, dia 25 faço-te chegar.

Lediné Mamafuba Yetu

(desculpem-me pelos erros eu não uso aqueles words com corrector automático)

MC K Responde ao Texto "Truques de MC K"


Caro Amigo e "quase Primo" Dino Cross, em nome do respeito e do carinho que nutro por ti, tomei a liberdade de produzir este texto amargo como o ódio e profundo como a nossa amizade, mas é claro, usufruindo de um direito constitucionalmente garantido, "o direito de resposta" consagrado na nossa constituição no artigo 40, número 5.

Em nome da nossa amizade e considerando o excelente trabalho que tens feito ao longo destes anos na divulgação gratuita de vários Artistas, Angolanos e Moçambicanos, farei um desconto a chuva de erros e outros disparates que encontrei na matéria que produzistes, assinada como "Pappy Love".

Caro Amigo "Lediné", apesar de teres participado como designer na concepção da capa do meu primeiro Álbum, sinto-me obrigado a informar-te que o Jornalismo é um exercício intelectual de informação e formação de consciências e deve ser exercido sempre com base no respeito ao contraditório, de forma honesta e imparcial. Nunca tomando partido, nem tão pouco com ataques ao teu mano Katró ou aos meus amigos "Manifestantes" Carbono e Ikono, ate porque o MPLA não precisa de bajuladores amadores como tu.

A título sugestivo lhe aconselho a pedir desculpas a todos Manifestantes pelas ofensas proferidas e ao público que chamastes de ignorante que se deslocou ate ao Elinga Teatro, ávidos em sentir a efervescência lírica do elenco convidado para o evento.

Por uma questão de respeito ao público, senti-me obrigado sim, a dirigir uma palavra ao pessoal que se fez presente. Reproduzi o Decreto Presidencial número 111/11 e distribui de modos a manter os manos informados e juntos reflectirmos sobre uma Lei de vital importância para todos agentes Culturais e não só.

A não realização do evento foi uma clara demonstração de Respeito a Lei, mesmo não concordando com ela, e nada me priva de manifestar a minha opinião sobre a mesma, ate porque a luz do artigo 167 número 5 da Constituição, hoje a iniciativa legislativa também pode partir dos Cidadãos organizados em grupos e organizações representativas, além de nos ser permitido participar na vida política e na direcção dos assuntos públicos, segundo o artigo 52 do mesmo diploma. Discordei com a dualidade de critério na aplicação da mesma Lei, permitindo uns e " barrando outros" e acho que a mesma contrasta parcialmente com o discurso do PR, no terceiro Simpósio sobre Cultura, quando fala no apoio e fomento artístico e outros blá blá blá... Também não concordo com a permanente mendicidade dos artistas, feitos eternos Mendigos pedindo apoios e patrocínios condicionando assim a liberdade de criação por míseros Kwanzas... A minha visão integral sai em defesa dos artistas menos conhecidos que também tem o direito de expressarem a sua arte e correm o risco de serem excluídos, os artistas independentes, enfim... Mas sei que o meu amigo Dino, não percebe nada disto e também não tem interesse em conhecer os seus próprios direitos, e então são " outros quinhentos"...

Caro Dino, se te esforçares um pouco perceberás que o Regime no poder há mais de 32 anos, não precisa de leis para satisfazer os seus interesses, pois não existe nenhuma lei que permite a morte por espancamento pela UGP que Cherokee sofreu, também não existia lei que impedia a minha venda na portaria da RNA, também não existe lei para despedir técnicos de som que tocam "Sei lá quê uaué"... Repara amigo Dino, existe uma Lei que permite manifestação mas a realidade social tem sido contrária, marcada por detenções e outras agressões policiais...

Não sei se o amigo Dino sabe que "existem dificuldades que nos tornam mais fortes", e o Mck é um destes frutos de inúmeras proibições e perseguição politica. É sim verdade que eu nunca cruzo os braços as inúmeras barreiras impostas no meu caminho e procuro sempre tirar proveito racional das mesmas. Mas isto não se aprende na Escola mas sim na vida, caso tenhas dúvidas, vá ter com uma mulher Zungueira e ela te vai ensinar a vencer as dificuldades deste laboratório de sobrevivência chamado Angola.

Rapper ou Político?

Segundo Aristóteles, todo Homem é um animal político. A política é a arte de vida em sociedade, uma das poucas Ciências que podemos exercer sem uma formação específica. Repara amigo Dino, Lulas da Silva é Operário, Obama é Jurista, Savimbi graduou-se em Letras e Manguxi era Médico... Todos eles exercem a POlitica por consequência do contexto, entendeu? De igual modo, eu uso o Rap como um veículo de partilha dos meus valores, princípios e educação. A título informativo aproveito lhe dizer que além de Rapper também sou um Activista Cívico e coopero com algumas Organizações não governamentais Nacionais e Estrangeiras.

Kota Dino, caso tivesse interesse em ligar o meu "Manamadoísmo" teria dito que participei do ultimo álbum da Sister Sandra de Sá, teria dito que estive com a Sra. Angela Merkur, teria te dito que já cantei no mesmo palco com Mos Def, Racionais Mcs, MV Bill, enfim... Teria entregue estes vídeos e fotografias aos Blogs do Kratos, Cenas, Adérito, Edivaldo e ao teu para publicarem estes factos que não deixam de ter relevância informativa, né? Já agora tenho um Prêmio a receber hoje as 15h na Rádio Ecclésia!

Sem outro assunto de momento, espero poder contar contigo no jogo de domingo, no Shabba e aproveito a presente para lhe desejar um feliz Natal e um ano novo de matérias mais coerentes e imparciais. Também gostaria que realizasses um daqueles teus Bodas pesados de Fim de Ano, porque levas mais jeito e deixa a arte da escrita pra quem sabe.

Abraço.

Luanda aos 08 de Dezembro de 2011

Katrogi Nhanga Lwamba

06 dezembro 2011

MC K OPTA POR NÃO REALIZAR SHOW (Truques do MC K PART II)


Tudo começou em 27 de Fevereiro de 2011, quando no show do Bob da Rage Sense, Ikonoklasta resolveu ofender os politicos do pais e insentivou a população a aderir as manifestações contra o governo eleito, está actitude deu origem a uma onda de praticas contra a estabilidade da actual governação, neste mesmo periodo o jovem Carbono do grupo CCC que até a altura nunca teve participação na vida politica do pais, reencarnou o espirito rebende do Ikonoklasta e resolvou de igual modo insentivar os rappers a participarem nestas praticas de protexto que na maior parte delas terminavam em desarmonia e actos vandalos.

MC K que tinha agendado para 4 de dezembro no Elinga Teatro a realização do show de apresentação do album 'proibido ouvir isso', culpou pela não realização do espetaculo ao determinado no Decreto presidencial nº 111/11 de 31 de Maio, no seu capitulo III, artigo 22º onde esclarece as condições para a realização de espectáculos e divertimento públicos, uma Lei que ao seu ver fora aprovada para evitar situações como as do Ikonoklasta e do Carbono, o facto é que MC K chamou para uma conversa todos os jovens que se faziam presentes no Elinga Teatro para explicar os porquês da não realização do expectaculo, na altura Kappa chegou a dizer que a direcção do Elinga fez saber que só poderiam realizar o show se apresentassem um documento com a autorização do ministério da cultura, na conversa com o público (como se pode ver no video) MC K acredita que as exigencias do estipulado no artigo 22 exactamente no show da CCC e da Masta K têm a ver com o envolvimento de alguns rappers neste processo de manifestações, ate porque esta Lei é de 31 de Maio do corrente ano, sendo verdade ou não, uma outra verdade surge quando entrevistamos Mc K de forma informal.

Perguntamos ao MC K porquê que estás coisas só acontecem como ele, o primeiro facto foi terem proibido a venda do seu álbum na portaria da Radio Nacional de Angola, porquê que ele acredita que o jovem lavador de carro Cheroke, morreu simplesmente porque estava a ouvir ou a cantar a sua música "Sei lá que wawê" e este recordou-nos que não é a única vitima a prova disso foi o cancelamento do show dos CCC, sobre o jovem Cheroke MC K usou do seu principal bilingue ou seja no artigo aqui publicado sobre os truques de Mc K, escapou-nos a sua principal arma, Kappa tem um vasto vocabulário e usa uma linguagem técnica de difícil compreenção, muitas vezes para não sermos tomados por ignorantes, português bem falado soa-nos certo e as aceitamos mesmo não entendendo nada, deu tantas voltas para não falar nada, foi dai que confessou que a Masta K está registada como empresa vocacionada a realizar actos culturais, bem como lançamento de livros e reune condições para realizar show, e que a medida tomada da não realização do espectaculo surge depois de uma conversa com o Delegado Provincial da Cultura que o advertiu a não realizar. Temendo que comportamentos não cívicos como o do Ikonoklasta aconteçam, e claro para que a Masta K nao seja vista como insentivadores destes movimentos de manifestantes, deu a volta por cima e como estávamos no Elinga deu-nos teatro.

Também perguntamos se ele não cria estas situações "manamadoistas" para fazer marketing de si mesmo e aumentar o credito diante dos fãs o que afirmou-nos apenas que tira proveito a seu favor de todas as situações do seu dia-a-dia.

A nossa conversa foi bem demorada, numa altura em que notamos que fugiu-se do hip hop para a política, perguntamos: MC K tu es politico? ao que respondeu-nos: todo cidadão exerce politica, nisso cortamos o seu argumento com uma pergunta bastante clara, responda com sim ou não, és politico? sim! respondeu-nos.

Em jeito de conclusão, toda está situação aconteceu sim, apesar de não termos conseguido contactar o delegado provincial da cultura, para confirmar os factos, mas a verdade nua e crua é que o artigo 22º da Lei de 31 de Maio nada tem a ver com a não realização do show da MASTA K, mas sim para evitar situações que saim do seu controle e aproveitar tirar proveito a favor da divulgação da venda do seu album, usando como alicerce as burocracias da Lei, permitindo assim o nascimento de um espirito de contestação actos que resultariam em publicidade gratuita em blog e nas ruas.

Quando pensávamos que estávamos vacinados contra os truques do MC K, cá estamos outra vez a divulgar uma *polemarketing do MC K.

*polemarketing (Polemica+Marketing)

Texto escrito por Pappy Love

02 dezembro 2011

Trio Fam - A Caminho do tchova - Free Download

A espera acabou, oficialmente a Trio Fam está de volta, "A caminho do Txova" é a mixtape que lhe dará um cheirinho do que poderá vir a ser o álbum deste grupo que escreveu o seu nome não no passeio da fama, mas sim na história do hip hop moçambicano, e que deverá ser lançado em meados de 2012.

Depois de alguns anos de ausencia o grupo reaparece mais maduro, mas sempre com a mesma identidade, a paixão pela música, entre tantas paixões uma música teve maior entrega no grupo, foi feita mesmo do coração, a faixa número nove "Tu és tão linda" é dedicada a filha do Kloro, portanto sobrinha dos demais membros do grupo.

É portanto uma mixtape bem a maneira da Trio Fam. O videoclipe de promoção também ja saiu, mas este teve exclusividade no programa Atraccoes da Miramar, logo que chegar ao Youtube estara igualmente disponivel aqui no seu blog.

Faça agora mesmo o download e deixe o seu comentário.

***A CAMINHO DO TXOVA - MIXTAPE***

01. INTRO

LETRA: D. MALELE, H. BIACUANE, N. ZAQUEU

PRODUÇÃO: ORIGIMOZ

MISTURA & MASTER: DJ CROSSFADER


02. MUKHERU

LETRA: D. MALELE, H. BIACUANE, N. ZAQUEU, A. LANGA

PARTICIPAÇÃO ESPECIAL: K9 & ZIQO

PRODUÇÃO: ELL PUTO

MISTURA & MASTER: DJ CROSSFADER


03. MAESTRO

LETRA: D. MALELE, H. BIACUANE, N. ZAQUEU, S. SILVA

PARTICIPAÇÃO ESPECIAL: HOT BOY

PRODUÇÃO: KRAZZY BEATS

GUITARRA: ACE NELLS

MISTURA & MASTER: DJ CROSSFADER

04 - Musica

LETRA: D. MALELE, H. BIACUANE, N. ZAQUEU, HERMINIO

PARTICIPAÇÃO ESPECIAL: HERMÍNIO

PRODUÇÃO: ELL PUTO

MISTURA & MASTER: DJ CROSSFADER


05. DRAMA DO EX

LETRA D. MALELE, H. BIACUANE, N. ZAQUEU, T. TRUZÃO

PARTICIPAÇÃO ESPECIAL: JÚLIA DUARTE

PRODUÇÃO: ORIGIMOZ

MISTURA & MASTER: DJ CROSSFADER


06. MÃOS NA CABEÇA

LETRA: D. MALELE, H. BIACUANE, N. ZAQUEU, E. LUZ, I. SIMÕES, H. CHISSANO

CORO: KAUS

PARTICIPAÇÃO ESPECIAL: DUAS CARAS, AZAGAIA & VUI VUI

PRODUÇÃO: SNOWMAN

MISTURA: BEAT KEEPA

MASTER: DJ CROSSFADER


07. TENTAR

LETRA: N. ZAQUEU

PARTICIPAÇÃO ESPECIAL: CARMEN

PRODUÇÃO: ELL PUTO

MISTURA & MASTER: DJ CROSSFADER


08. VOU-TE ENCONTRAR

LETRA: D. MALELE, H. BIACUANE, N. ZAQUEU

GUITARRA: ACE NELLS

MISTURA & MASTER: DJ CROSSFADER


09. TU ÉS TÃO LINDA


LETRA: D. MALELE, H. BIACUANE, N. ZAQUEU, T. TRUZÃO

PARTICIPAÇÃO ESPECIAL: HOT BLAZE & HAWAIIYU

PRODUÇÃO: KRAZZY BEATS

MISTURA & MASTER: DJ CROSSFADER

*RECRIAÇÃO DA MÚSICA "ISN’T SHE LOVELY" DE STEVE WONDER


10. RESPEITO MÚTUO

LETRA: D. MALELE, H. BIACUANE, N. ZAQUEU

PARTICIPAÇÃO ESPECIAL: HAWAIIYU

PRODUÇÃO: SNOWMAN

MISTURA: BEAT KEEPA

MASTER: DJ CROSSFADER

*CONTÊM EXTRACTOS DE UM DISCURSO DE SAMORA MACHEL


11. RANDZA

LETRA: D. MALELE, H. SITOE, N. ZAQUEU

PARTICIPAÇÃO ESPECIAL: NOÉMIA & ÉRICA ZAIDA

PRODUÇÃO: ELL PUTO

MISTURA: BEAT KEEPA

MASTER: DJ CROSSFADER


12. TU PODES VOAR

FREE DOWNLOAD
Mediafire - DOWNLOAD
HULKSHARE - DOWNLOAD
 

Contactos

DINO CROSS +244912204076
http://www.facebook.com/BlogDinoCross

Até agora (desde 20 de Março/08)

free hit counter

Blog Archive

 
Blogger Templates