Social Icons

DESTAQUE

PURO STYLE - SE EU TE PERCO (VIDEO)

Puro Style é o grupo que juntou integrantes dos SSP e O2 (N'SexLove) , este video tem como título Se Eu Te Perco, consta do album...

25 janeiro 2011

RESUMO 2010

Hip Hop Angolano 2010

2010 foi um ano bastante polémico para o hip hop angolano, mais baixos do que altos, a quantidade de álbuns lançados e cópias vendidas não ajudaram a superar a crise, rappers reagiram inconformados com as fusões do rap com o kuduro e demais estilos musicais em inúmeros debates e temas musicais.

A abordagem desse tema levou muitos a acreditar que o rap como tal estivesse morto, e para provar que o rap está vivo não foi preciso esforço, aconteceu naturalmente, afinal não só das fusões vive o rap em Angola, discos como Conjunto Ngonguenha, Raiva e Reptile, Kid Mc e Sandocan são provas evidentes de que não há fundamento tanta implicância com as fusões que o rap sofre. Entre os vários nomes de artistas que fizeram fusões os mais crucificados foram Big Nelo, Edy Tussa, Cage One, Gomez e JD.

Outra pedra no sapato em 2010 foi o PLAGIOMOTO, Miguel Neto o apresentar do programa radiofónico RC levou a analise várias músicas da nossa praça e acusou muitos artistas de plagiadores, nisso CJ Clue ganhou popularidade acusando Phathar Mak de roubar um dos seus instrumentais, enquanto que a Revista Platina ao publicar um artigo acusando Sandonan de plagio, gerou um clima desarmonioso entre SANDOKAN e a produção do programa 10-12 da TPA, que baseou-se na noticia para meter mais lenha na fogueira. Com isso muitos artistas caírem em discreto estando certos ou errado, e o programa ridicularizou-me um pouco quando acusou uma mixtape como plagio.

Um capitulo especial foi sem dúvidas o regresso do Conjunto Ngonguenha que marcaram o ano com o seu segundo álbum, “Nós os do Conjunto”, outro nome que não se pode ignorar é o de Vui Vui dos Kalibrados, Máfia King foi uma das mixtapes mais baixadas da internet dentro do movimento hip hop angolano, mas a mixtape que reuniu os melhores mc’s de Angola e teve a maior aceitação, foi indiscutivelmente a Mixtape o último Samurai volume II, a música Aleluia matou a fome das ruas por rap batle, diz-se em bocas miúdas que o som terá incentivado troca de linhas entre NGA e Extremo Signo.

RAIVA agitou as ruas lançando todas as sexta-feira entre Outubro, Novembro e principio de Dezembro, uma mixtape para ajudar a promover o seu álbum com Reptile. KID MC com o incorrigível fechou o ano, não houve durante o ano de 2010 maior aderência na aquisição de um álbum com o de KID MC que no parque na Independência gerou a maioria confusão. Big Nelo apesar de ter sido o mais crucificado por ter feito Kuduro, fechou o ano como o primeiro no top de maior download neste blog, falando sobre este blog, é verdade que quase foi ao esquecimento no final de 2010, mas as relações entre Angola e Moçambique não decaíram, pelo contrário, nos dias de hoje e com a ajuda da internet a música anda com os próprios pés, sobretudo quando é boa. Mas não ficaria bem terminar este texto sem reconhecer o trabalho que os outros blog tiveram pra manter acesa a chama do hip hop, MADTAPES, CENAS QUE CURTO e Luso Hip hop, foram quem mais se destacaram neste sentido.

Entre as inúmeras coisas que aconteceram durante o ano, não podemos deixar de lamentar o facto de termos perdido o Karl Marxs, Riquinho sempre foi polémico, mas percebemos o seu grito quando na rádio reclamou o facto de terem vendido o cine Karl Markx para um projecto habitacional, é de facto preocupante sobretudo quando só resta o cine Atlântico para show de grande ponte.

Para fechar o ano Phathar Mak, um rapper com historia e fiel aos seus conceitos, realizou o seu primeiro grande show no cine Atlântico, comemorando assim 18 anos de carreira, mas infelizmente não tivemos casa cheia, os amigos do rap não prestigiaram o homem do “laranjas”, mas os amigos de todos os tempos lá estiveram para mostrar a todos que a amizade está acima de tudo, destaque para Kool Klever e Big Nelo.

HIP HOP MOÇAMBICANO 2010

2010 - mais um passo enfrente foi dado na historia do moz hip hop, não só pela gprO, mas também por outras labels em Moçambique que conseguiram pela segunda vez consecutiva fizerem considerar como o ano do hip hop, mais discos foram lançados em relação a 2009 e desta vez com melhor qualidade, igualmente mais show levaram artistas ao palco.

A GPRO começou o ano investindo em nova estratégia de acção, um casamento entre o marketing e o talento, gravaram 3 vídeos de alta qualidade, e lançaram dois álbuns, (gpro label e G2). O álbum da label foi lançado em simultâneo entre Moçambique e Angola, mas o resultado das vendas não cobriu o investimento, problemas surgiram, e o percurso da historia tomou outro rumo, Duas Caras voltou a sair de casa, já não usa a camisola 10 da Gpro, caminha sozinho e longe da Gpro. Ninguém gostou da noticia e foram pegas de surpresa quando no Big Brother África, anunciaram a performance da gprO, e só apareceu 3H e G2, fãs choraram e exigiram pronunciamento da Gpro que diz ter feito de tudo para manter o Kara Boss na equipa, mas motivos pessoais o mantêm indisponível para representar em nome da gprO.

DJ DABO e DABO BOYS acordaram para um rap mais abrangente, começaram com um grande show em Janeiro e até ao final do ano 500 barras surgiram em forma de disco, mas Moçambique não é uma rocha, perguntem ao DLON afinal ele levantou muita poeira não só em Maputo, mas igualmente em todo pais.

TRIO FAM como todos sabem já não pertencem a Track Records, deram em 2010 passos significativos para a sua carreira e contributo ao do hip hop moçambicano, lançaram um video clipe de alta qualidade que pode até concorrem como um dos melhores do ano, abriram o seu próprio estúdio "Mukeru" e recebem grandes nomes do musichall moçambicano.

A má descrição de Moçambique num ponto de vista de um jornalista angolano no facebook teve maior repercussão no facebook e ofendeu o orgulho moçambicano afectando a boa relação entre angolanos e moçambicanos, este facto incentivou a realização do show “só nós”, um espectáculo que reuniu os melhores do musichall moçambicano, foi segundo muitos uma das maiores festas da música do pais da marrabenta.

Mozambique Music Awards reconheceu os bons feitos do hip hop e chamou a Gpro para receber o premio pela música Punchline, Duas Caras para Karaboss e EllP como produtor.

Várias coisas boas aconteceram, mas nem tudo foi um mar de rosas para Moçambique, Lizha James, Big Nelo, Dama do Bling, Anselmo Ralph, Bang, Izidine, Dygo Boy, e ZAV uniram-se pela valorização da musica lusófona no Channel O Vídeo Awards, mas infelizmente 2010 nem Lizha nem Bling levaram prémios para Moçambique, o mesmo se diz a Big Nelo e Anselmo Ralph para Angola, os esforços foram menos comparando-se com os nigerianos e sul africanos que sensibilizados a votar o fizeram ao ponto de levaram todos os prémios, mais isso não foi de todo triste afinal ficamos todos orgulhosos quando a Dama do Bling subiu ao palco numa performance com Sasha P, foi bonito sim.

Ao terminar o ano ouvimos musicas que anunciaram o regresso de 100 Paus e do Dinomite a estrada da música, agora sabemos que quem provocava as polémicas na gprO era o 100 Paus, que resolveu voltar dando pauladas a todas as mulheres moçambicanas, boa música mais não foi bem recebida. Dinomite o criador de uma das linhas mais reproduzidas no rap game moçambicano “assim como moz, precisa do guebas para governar”, voltou com muita gana no principio da sua carreira a solo, outro destaque também, é o convite da Iveth o primeiro álbum da first lady da cotonete records que nos ofereceu muita boa música.


MOÇAMBIQUE-ANGOLA

Com a venda do disco da gprO e da Dama do Bling em Angola, estimulamos o comercio de disco entre os dois países, artistas moçambicanos hoje conseguem ver seus discos a serem comercializados em Luanda, discos como G2, Iveth e Dj Dabo já estão em vendidos em Luanda.

2010 foi um ano abençoado para a DAMA DO BLING em termos de expansão internacional, radialista da rádio Luanda apaixonou-se com a boa música da blindada e partilhou com o seu auditório, quando se diz que não passa música moçambicana nas rádios em Angola, não é verdade ou a Dama do Bling não é moçambicana, é dona de um sucesso e popularidade invejável, convidada especial do show da Pérola, dignificou o seu nome e faz jus ao titulo o seu disco, diferente interpretando um tema calmo e igual representando o que a caracteriza como cantora agitada, depois do show, a jovem cantora foi esperada por inúmeros fãs, que não se contentaram com fotografias e autógrafos, mas sim com objectos pessoais e abraços, uma jovem terá mesmo implorado e chorou para conseguir o brinco da Dama do Bling

02 janeiro 2011

DygO BOY | Cuidado com a minha equipe em palco, a gente entra pa varrer mesmo

Para começar 2011 a brindar, abrimos o ano com a segunda parte da entrevista a Dygo Boy, depois de cinco meses da primeira conversa, um bom motivo incentivou-nos a fazer isso em curto tempo, os inúmeros e oportunos factos que aconteceram no decorrer do tempo. Dygo Boy como se de um governante se tratasse chegou a demitir alguém do grupo a que pertencia através de um programa ao vivo de televisão, falamos disso, da experiencia que foi o channel video music awards e muitas outras coisas mais interessantes que só poderemos saber lendo a conversa a seguir:

BLOG: Cinco meses depois da primeira entrevista o que mudou de lá para cá?

DYGO BOY: Primeiro tenho de agradecer a ti mano Dino por continuares assistindo o movimento!

Acho que é notável o crescimento da equipe da Magnezia, temos oficialmente a equipe de marketing montada com a introdução das famosas gémeas aka AFROTWINZ e Anette que cuidam da imagem da “último nível” desde marketing até os projectos e direcção que o grupo deve levar.

A saída do nosso mano Scooby também foi uma mudança que aconteceu no grupo para alem de inúmeros vídeos e musicas gravadas, shows sem parar, acredito que são coisas visíveis que só quem não quer vê é que não nota o crescimento POSITIVO que o grupo esta ter.

BLOG: Sabemos que a expulsão do Scooby Doo nos Magnezias foi unânime no seio do grupo, o que aconteceu de facto?

D.B: Bem antes de responder isso vou aqui clarificar que não foi DYGO que tirou Scooby da Magnezia, os meus colegas sempre escolhem a mim para abordar esses assuntos pois na maioria das vezes sou o mais crucificado e pouco me importo com isso pois sei que a verdade sempre vem a tona e o tempo é que determina a verdade, e neste caso concreto do Scooby , ele já vinha falando com pessoas ao nosso redor que não estava contente porque no grupo, eu e Carbhono é que determinamos as coisas, é que na maioria das vezes decidimos, e nunca falou pessoalmente com o grupo sobre isso , sempre falava com pessoas da sua área ou do seu circulo mas não com Magnezia. Bem foi se acumulando e nos sempre ouvíamos, ele chegou a começar a gravar musicas fora do grupo com o seu grupo antigo M18 sem nos avisar já mencionava que voltou ao grupo e etc , e num belo dia eu por acaso estava a regressar de Lisboa e num bate boca pelas ruas com Carbhonu, o regulo dos M18, o Eddy e o próprio Scooby e lá abordamos o facto do scooby voltar para os M18 e o scooby estava presente nem conseguiu olhar para nós.

Bem pergunto eu por mais que tenhamos errado para com ele, essa é a maneira de saber que ele esta envolvido noutro grupo? ninguém quer ganhar razão aqui mas ele foi totalmente falso para connosco, trabalhamos 1 ano com ele , ganhou maior notoriedade na carreira dele ajudou o movimento a crescer e volta e meia pica-nos nas costas assim!?

Carbhonu e eu ficamos muito decepcionados e reunimos com um dos membros que também decide, o Fábio (um dos fundadores) e tomamos a decisão de lhe tirar do grupo, surpresa como também fomos surpreendidos , acho que não estamos errados de lado nenhum. Ele tinha tudo para ser um dos primeiros a lançarmos a solo mas acredito que a mentalidade que ele carrega não lhe vai ajudar a seguir uma carreira positiva pois saiu dos M18 para Magnezia e falou mal deles, meia volta sai da magnezia volta para M18 e fala mal de nós?

BLOG: Porquê o demitiram pela televisão?

D.B: O Fábio ficou muito aborrecido porque todo mundo sabia o que Scooby falava nas nossas costas, então se todos sabem porque esconder o assunto? vamos a público e falemos lá também pra todos saberem, essa foi a ideia.

BLOG: Na sua entrevista anterior chegou a falar que “eu não perco time para beefar man, não é minha cena” não acredita que desta forma contribuiu para se instalar um clima de desarmonia?

D.B: Não há beef nenhum com ninguém, Scooby participa de shows que nós damos, não se passa nada, isso é já querer criar algo onde não existe, é papo do bar esse.

BLOG: Quem faz parte dos Magnezias actualmente?

D.B: Fábio, toneladas, sem sombra, dygo, carbhonu , bala de prata , kuvas !

BLOG: Sobre a sua ida aos Channel O Video Music Awards, para dar suporte aos artistas moçambicanos que participaram, sabemos que conheceu e trocou experiência com grandes nomes da música africana, tais como Big Nelo, Da L.E.S, 2Face, Dama do Bling, Lizha James e Bang, fale-nos de como foi esta experiência?

D.B: Bem, Bang e Lizha sempre foram grandes irmãos pa mim, Dama do Bling é uma das principais inspirações por de trás da criação da “Último Nível” por isso, estes eu retiro da lista de troca de experiências, estes são mesmo nomes que em qualquer altura que forem a ver Magnezia/Último Nível eles tão sempre presentes em suporte, agora Da L.E.S., já o conhecia nessas minhas andanças pela vida nocturna em Joberg (risos), foi mesmo encontro de amigos, 2Face foi uma honra estar a partilhar momentos com ele a humildade que ele tem, sendo artista desse calibre, sempre positivo e dando mais força em conjunto descobri que afinal por de traz das câmeras somos todos um pouco iguais aos outros, Big Nelo não tenho palavras ele é um pioneiro de tudo estilo de vida pensamentos, e sendo um grande amigo do Bang, Lizha e Bling ele olha para os que estão a volta dos mesmos, com muito respeito gostei é um verdadeiro KOTA da musica jovem, “I SALUTE YOU BIG NELO”, e claro que não deixei de por os dedos para algumas colaborações a serem cozinhadas, KARGA !

BLOG: Ultimamente é visto com frequência com o Bang, Lizha James, Izidine e Dama do Bling, existe alguma parceria musical ai, ou como podemos descrever essa ligação?

D.B: Amizade, parcerias não seria bom eu a falar se existir alguma eles próprios irão mencionar (Risos), mas mesmo, somos amigos, de quando em vez damos umas voltas uns papos, é reconhecimento mutou, eles vêm a luta que tenho para manter a equipe que consegui montar e respeitam como um jovem que esta tentar trabalhar e acho que não querem me ver a perder a toa, por isso tentam sempre estar por perto para puxar as orelhas quando necessário e dar opiniões no que for necessário, eu por isso agradeço a eles todos Izidine é um grande jovem, visão que ele tem poucos jovens têm, a garra que o Bang tem poucos tem, Bling e Lizha são exemplos da força que as mulheres têm em África, elas carregam mais prémios que qualquer artista moçambicano , isso é incrível, não há palavras a não ser trabalho sério e consistência pura.

BLOG: Na actividade musical qual é o seu principal foco? Não acha que tem muitas actividades e que com isso pode prejudicar o desempenho eficaz daquilo que faz?

D.B: Eu não sou rapper politico, de intervenção social, eu sou um motivador, eu sou a ponte entre união nos rappers e fazer tudo para mim sempre foi isso, eu nunca só repei, só apenas isso, não vejo graça em só estar a repar e mais nada, não, eu quero desenvolver o curso que tirei durante 5 anos, não estou aqui para ficar no mic só , quero negocio quero desenvolver artistas, quero um pouco de tudo, isso de repar, só repar é tar numa caixinha trancado, eu tenho as condições e energias para fazer o que me da na cabeça basta ser positivo para o movimento e cultura em geral , por isso eu sou muito mais que apenas um rapper, doutorado e para alem disso trabalho com artistas a mais de 4 anos .

BLOG: Notamos que o “Ultimo nível” este ano está a ser mais focada, quais são os porquês?

D.B: Porque temos 2 cds no mercado , temos mais de 40 shows dados queremos preparar o nosso álbum devagar sem pressas nem pressões mas sabes duma coisa Magnezia é um dos únicos grupos de rap nacional que não segue regaras de lançamento, nós lançamos quando nos apetece e quando queremos, se fãs ficam 1 mês sem ver um vídeo novo nosso já é motivo de preocupação porque estamos sempre em rotação, então porque não pormos os mais novos afrente enquanto nós preparamos o primeiro álbum oficial devagar? não há mais nada nesse papo, estratégia que escolhemos foi essa ponto final (risos).

Blog: Ultimamente têm sempre show, qual é o truque já que as músicas que mais tocam são as dos anos anteriores?

D.B.: Quem disse isso (Risos), nós cantamos o que o público pede, se quizerem ouvir “já chegamos”, vamos cantar, se querem ouvir “bolsos” vamos cantar, mas tudo que cantamos é dos hits que temos, só para citar aqui alguns, fixem …

Já chegamos, bolsos, whatabiwa, chamaseza, celebrando, apresentação, comparar a mim, inveja, tu es especial – estas a ver quanto hits já temos na mão sem ALBUM, só com mixtapes (risos), desculpa dizer, mas... há que ter cuidado com a minha equipe em palco, a gente entra pa varrer mesmo.

Blog: O investimento no marketing tem uma finalidade lucrativa ou é apenas uma questão de imposição no mercado?

D B.: Lucros sempre vem, pode demorar 1 mês pa voltar mas sempre volta , e todos os nossos artistas estão cientes que cada investimento feito neles tem de voltar de algum lugar seja cache de shows ou participações , mercado independente é assim .

BLOG: Já agora quem são os artistas da ultimo nível? E qual é a agenda de lançamento dos discos dos mesmos?

D.B.: vou falar da equipe toda começando pelos cantores. Tek, Queen, Machine, Recycle Kid, Babe Snake, Hot Boy, assinamos a rapper femenina Duda, nos gráficos temos garras, nos protocolos Afrotwins, Yara , Anete, Maconde. Falar de cd o deles esta fechado mas continuam a gravar até Fevereiro teremos fora e a solo virão devagar, para já gravamos o vídeo solo meu, do Tek e em breve gravaremos o do Carbhonu tudo para sair este ano (2011).

Blog: A fraca aderência da compra de discos não o intimida de alguma maneira?

D.B: Porquê? então vamos ficar a chupar o dedo e chorar porque não se compram discos? olha nós estamos no mercado independente não temos nada a perder a não ser lutar e tentar , esse é nosso lema “the hustle don’t stop”, cair, podes sim cair, mas ficar lá no chão não, a gente esta sempre a lutar a remar pra frente , os fracos ficam pos lados nós estamos pra frente.

BLOG: “Motoristas destas estradas musical” dizem que não se vive da música em moz? Tem uma experiência diferente?

D.B.: Não, podes sobriviver da musica, não viver da musica, sabes o que eu vejo nisto é o gosto de por sorriso na cara das pessoas que te ouvem e dizem puxa tu tens talento pra isto, eu estudei, graduei e digo a todo jovem escola primeiro, garante o teu futuro e musica lute por ela o que fores a conseguir investe com o canudo que já tens, ai viverás da musica , agora aqui só se sobrevive dela apenas, eu acho, opinião própria ok !

BLOG: Como C.E.O da Ultimo Nível que historia conta aos seus artistas, sobretudo a aqueles procuram algum sustento do hip hop?

D.B.: Isto é uma selva aprendam com os erros dos outros, temos de ser realistas com as situações e muito acordados no que queremos alcançar, sempre digo aos meus amigos, manos hip hop por natureza já é um jogo muito competitivo mas isso não deve trazer divergências mas sim mais trabalho em conjunto, campeonato de futebol tem rivais no campo nos 90 minutos, fora do campo é tudo soft (risos).

BLOG: Quantos artistas é maneger fora da ultimo nível?

D.B.: neste momento estou a focar-me no Lay low que é fundador do movimento dinheiro limpo aka Clean Money, 2010 gastei as forças em volta da ultimo nível e ele, mas já tem muitos outros a bater a porta depois do trabalho que viram que estou a fazer em volta destes jovens! Mano, estamos a trabalhar sem parar, é só irem a net e confirmar todos os dias imagens do que esta sendo feito nos bastidores , há muito a vir ai.

BLOG: Fale-nos como está constituída a sua equipe de marketing , e porque escolheu essas pessoas?

D.B.: Bem AfroTwin nomeadamente Filippa e Daniela são a Espinha do meu movimento, tratam da imagem, de como nos apresentamos, das contas, dos projectos de divulgação em conjunto comigo, porque tudo sai de mim elas executam, escolhi a eles porque são muito realistas já éramos grandes amigos antes, mas elas tiraram um curso de gestão e sabem trabalhar em equipe, não gostam de mentiras nem ilusões como eu por isso o trabalho é rápido criativo e sempre em família. Anete é uma jovem muito trabalhadora e muito preocupada com a imagem do seu pais , trabalha muito bem na internet cuida das nossa promoção online inteira desde Blogspot, myspace, facebook, twitter, uploads todos, escolhi a ela porque também se identifica com o que a gente esta transmitir , eu claro que sou a cabeça de serie nisso !

Quem são as Afrotwin e o que elas representam para o seu trabalho?

D.B.: são 2 irmãs gémeas que nasceram na Suiça, que cresceram a maior parte das suas vidas em Maputo, não gostaria de falar muito da vida privada delas, mas para mim elas representam irmandade, familiaridade, e mais importante confiança , eu confio tudo nelas por isso “that’s Ultimo nível 4life”, não tentem levar porque já se arrependeram os que tentaram hehehe , isso é real story !

BLOG: Uma pequena abordagem sobre o Hip hop moçambicano actualmente, qual é o estado de saúde?

D.B.: Bem a saúde para mim esta nice porque todos estão preocupados em estarem a aparecer pelo menos esta a se trabalhar não é, mas deveríamos deixar de estar a tentar entrar na mesma por todos, abram novas portas, há oldschool rappers que querem se comparar a “último nível” por exemplo isso não faz sentido se já és antigo tens mais experiência pensa em algo novo para por a cultura em evolução ao invés de querer lutar na mesma direcção que novos grupo estão, é aquele papo de união que eu sempre piso , mas estamos num bom caminho !

BLOG: Como encaras a segunda saída de Duas Caras da Gpro?

D.B.: triste, esse assunto é apenas triste e o pior é que as satisfações não saciam aos fãs daquele grandioso movimento, para mim não existe igual, GPRO é a cena, não há outro é gpro, mas epá espero que isso mude por enquanto eu continuo fã do grupo e considero 2Caras parte daquele grupo não vejo gprO sem ele, sem querer ofender a ninguém.

 

Contactos

DINO CROSS +244912204076
http://www.facebook.com/BlogDinoCross

Até agora (desde 20 de Março/08)

free hit counter

Blog Archive

 
Blogger Templates