Social Icons

DESTAQUE

PURO STYLE - SE EU TE PERCO (VIDEO)

Puro Style é o grupo que juntou integrantes dos SSP e O2 (N'SexLove) , este video tem como título Se Eu Te Perco, consta do album...

27 junho 2008

As punch Lines de Reptile

De acordo com os e-mais que temos recebido, sobretudo de quem fez o download da mixtape ficheiros secretos, Reptile conquistou admiração e respeito de internautas angolanos e moçambicanos espalhados pelo mundo.
Prometemos aqui disponibilizar as "Punchs do Tile", coisa essa que não aconteceu na altura, pelo facto deste estar empenhado nas venda do seu álbum. Disco no mercado e a bater já, Reptile honra o compromisso assumido dando não só as punch lines mais quentes da mixtape ficheiro secreto, mas tambem uma entrevista que brevemente estará disponivel com três músicas do seu álbum.

BIG SQUAD - PUBLICIDADE



Estes manos já estão nesta batalha a bastante tempo, finalmente vão poder mostrar o que valem a comunidade, quero incentivar o pessoal a ir comprar o disco, não só porque é mais um disco de Rap, mas também pelo contributo que este acto possa gerar aos artistas, sem falar que agindo assim é reconhecer o esforço que estes manos tiveram ao fazer este disco, foram muitas caminhadas debaixo do sol, enfim muita batalha.

24 junho 2008

MC K e Azagaia - participam no festival Mestiço em Portugal


De 26 à 29 de Junho, a Casa da Música, na cidade de Porto (Portugal), recebe o FESTIVAL MESTIÇO de 2008, de acordo com o programa, esta actividade traz a oportunidade para ouvir alguns dos grandes fenómenos da World Music da actualidade, incluindo as sempre inovadoras mestiçagens entre as tradições musicais e as tendências mais recentes de géneros como o Hip Hop, a Electrónica ou o Rock. De 26 a 29 de Junho, está convidado a visitar geografias e géneros musicais eclécticos e contagiantes.


O programa faz menção que MC K e Azagaia deverão actuar no dia 27 do mês corrente, sexta-feira, dia dedicado ao Hip Hop, e o evento vai acontecer na Praça, as 22Hrs. Uma prestigiada selecção de artistas dividem o palco com os nossos manos, entres eles Marcelo D2, Manif3stos e Dany Silva.


Veja abaixo o perfil dos artistas programados para esta noite (27 de Junho).

MARCELO D2 (Brasil)Nesta noite destaca-se o carioca Marcelo D2, rapper que se celebrizou com a sua banda Planet Hemp, nos anos 90. O álbum Eu Tiro é Onda marcou o início da sua carreira a solo, há dez anos e desde logo contou com a participação de nomes de peso do rap de São Paulo e do Rio de Janeiro, como Black Alien & Speed e BNegão. A mistura de elementos do samba com Hip Hop é a sua imagem de marca, apurada no terceiro álbum, Meu Samba é Assim, com a participação especial de grandes nomes do samba – como Zeca Pagodinho e Alcione – e do rap – como Marechal e Aori.

MC K (Angola) Começou com demonstrações para pequenos grupos alternativos, mas rapidamente foi descoberto pela imprensa internacional. Ao segundo álbum de originais, o rapper angolano aceitou o desafio de trazer a sua mensagem ao Porto, a convite da Casa da Música. Politicamente crítico, aos 26 anos, MC K pretende ajudar a construir um país onde a liberdade de expressão seja uma realidade acessível a todos.

MANIF3STOS + DANY SILVA (Cabo Verde / Portugal )Deixaram-se seduzir pelo drum’n’bass, o soul, a electrónica e no álbum de estreia que vêm apresentar à Casa da Música, Gerasons, os Manif3stos debatem as múltiplas realidades sociais, culturais, tecnológicas e económicas em que vivemos. Um disco que conta com a participação especial de Sagas, Tranquilo, DJ Kwan, Conflito e Dany Silva, músico, cantor e compositor cabo-verdiano que já colaborou com Rui Veloso, Mariza ou Tito Paris.

AZAGAIA (Moçambique )Despertou a atenção de Moçambique e do mundo pela sua crueza e revolta. O jovem universitário Azagaia (aka Edson da Luz), de 23 anos, aborda uma série de temas da actualidade moçambicana, desde o assassinato do jornalista Carlos Cardoso, à corrupção e até aos esquadrões da morte no seio da polícia. Recentemente editado em Portugal, Babalaze dá a conhecer o músico que já fez parcerias com Valete e que se identifica com Boss AC e Sam The Kid.Para mais informações descarregue aqui todo o programa do festival ou visite http://www.casadamusica.com/

23 junho 2008

O último Samurai Parte 2

Brevemente o hip hop game será brindado por mais uma mixtape do Samurai, ATENÇÃO esta será a segunda parte da mixtape " o Último Samurai", Embora não havendo necessidade de falar sobre as "mix do Sam", já que sempre foram as mais populares em Angola, importa fazer saber que as mixtapes do samurai têm acompanhado o percurso do hip hop em Angola, nesta estrada que é a historia no hip hop angolano, vamos encontrar varios nomes, e vários feitos, e não podemos excluir ninguem, uma vez que cada um, e por amor a arte deu o seu contributo.

Como disse esta pra breve. Já agora quero agradecer ao DJ Samurai por ceder a parte 1 da mixtape o último Samurai, para disponibilizar aqui no blog em download, nesta altura está a ser feito o upload das track para o mais rápido possivel "postar"

17 junho 2008

K A L I B R A D O S

"CARTAS NA MESA" A PROVA DOS NOVE
Os Kalibrados é um grupo de rap angolano, constituído por Vui Vui, Kadaff, Mister K e Laton, em 3 de Julho de 2005, lançaram o seu primeiro trabalho discográfico com o título “Negócio fechado”, um verdadeiro estouro que automaticamente levou o grupo a um nível invejável, o sucesso do álbum atravessou fronteiras. Desde então, estes quatro jovens já viveram todo tipo de experiências com os fãs, umas melhores outras não tão boas, acima de tudo porque a explosão foi muito rápida e tiveram de se adaptar na mesma velocidade ao facto de já não serem anónimos e passaram a ser ídolos para várias pessoas, com vários caracteres e personalidades, cores e nacionalidades mas que tinham em comum o facto de gostarem dos Kalibrados e do seu trabalho no caso a música.
Quais os momentos (ou concerto) que mais vos marcaram ao longo destes dois anos?
Sim acreditamos que levantamos a bandeira Angolana dentro do possível em muitos palcos e alguns países, em Portugal fizemos grandes festivais como Super Bock Super Rock, e o Sudoeste fomos a países como Inglaterra, Africa do Sul, Alemanha, Namíbia, Moçambique, só para citar alguns dividimos os mesmos palcos com algumas dos maiores estrelas do Rap mundial como Busta Rhyhmes, Jay-Z, Sean Paul, Kanye West, 50 Cent entre outros e tivemos alguns convites que na altura pela nossa agenda foi-nos difícil de aceitar

O movimento Hip-Hop angolano parece viver um bom período com um número cada vez maior de mc’s e bandas. Sentem que estão a ser dados os passos certos para ser criada uma identidade forte para o Hip Hop produzido em Angola?
De facto aparecem cada vez mais bandas e mc´s mas é necessário e urgente agora filtrar a quantidade pela qualidade e no nosso entender mais grave ainda vermos em muito poucos uma identidade forte, capaz de ser uma referência de Angola para o resto do mundo a nível de Rap.

No panorama nacional, quem pensam que se tem destacado mais e merece que o seu trabalho seja reconhecido? E a nível internacional, quais são as vossas grandes referências neste momento?
Dj Callas, Anselmo Ralph, zona 5, Sandokan são alguns dos que merecem reconhecimento, por se destacarem pelo trabalho e sucesso.
A nível internacional enquanto grupo preocupamo-nos em estar actualizados com o que “acontece” mas temos estado a ouvir álbuns antigos que marcaram época, desde Common Sense, Eminem, Das Fx, clássicos do hip hop…

Simultaneamente com o vosso sucesso surgiu aquilo a que muitos chamaram “a nova onda de beefs em Luanda”. Que opinião têm sobre esses beefs?
Penso nós, Kalibrados viemos com uma atitude diferente do que se estava habituado a ouvir principalmente para os artistas do Main Streem, tendo em conta que alguns do elementos do grupo se terem destacado nas ruas e programas de rádio em concursos de Improviso e ate mesmo de batalhas muito comuns no Rap, logo e por consequência disso mesmo fomos sempre picados por alguns outros rapers que queriam atenção, e também pôr-nos a prova, mas é pacifico e isso também faz parte do Rap ate certo ponto, depois vem com certeza o amadurecimento que nos faz olhar para trás e concluir que tudo é só e tão somente uma fase que passamos para estarmos onde hoje estamos.

E sobre a “rivalidade” com os Army Squad? É caso para tirar as aspas da palavra rivalidade?
Na verdade nunca ouve rivalidade ouve sim muitos males entendidos e diz que não diz que posteriormente passaram para musica ou não fosse isso Rap, mas como músicos maduros, e adultos que hoje somos paramos, conversamos, acabamos por concluir que devemos seguir nossos caminhos mas em paz e harmonia fizemos por isso mesmo um show para anunciar em paz e temos alguns trabalhos juntos em carteira para o decorrer do ano.

Que opinião têm sobre o trabalho deles?
Respeitamos e gostamos trabalho deles produziram grandes êxitos em Angola.
O NOVO DISCO
A mistura entre o hip-hop e os ritmos tradicionais do semba esteve na base do trabalho desenvolvido no álbum de estreia. Este novo álbum vai dar continuidade a “Negócio Fechado”, ou irá recorrer a sonoridades e ritmos diferentes?

Neste novo trabalho queremos manter a nossa linha e a marca Kalibrados em relação a sonoridades e vibe artística, mas obviamente que assim como a vida não é estática nos também não e giramos em torno da evolução, amadurecimento e inovação, assim descrevemos o nosso novo álbum.

Que ciclo é este que se inicia com o novo álbum?
É o tal ciclo de amadurecimento a todos níveis mais acima de tudo artístico que trás como objectivo cimentar os mercados conquistados com o 1º álbum e porque não bater a porta de novos mercados tanto a nível de Africano como Europeu e Sul Americano.

Para quando o lançamento do tão aguardado novo album?
Vamos fazer de tudo para que no espaço entre julho e agosto o album esteja nas ruas

Que produtores para alem do Laton produziram para este novo album e que participações tras ?
Para alem do Laton temos beatz hots do Bu Square, do” Mad o Contrario”, SP, e Xoboli, Todos eles muito bem ao mais alto nível, em termos de participações temos Virgul, e Dino (Portugal), Djoji e Nelson Freitas de Cabo Verde e aqui da Banda Kanda, Edmasia, Anselmo Raph, Nice Dji, Nacobeta e Lawilca

Que titulo tem o álbum e porque este titulo?
Achamos que dada a fase do rap em Angola, a própria nossa carreira as questões que algumas pessoas levantaram sobre o que seria um álbum nosso depois do que foi o 1º álbum o titulo indicado depois do trabalho feito seria “Cartas Na Mesa”

Aonde foi feita a pós produção do álbum e que sonoridade poderemos encontrar no álbum?
Os acabamentos e a mistura foram feitos em Portugal e a Masterização na MasterdiskEurope em França, em termos de sonoridade procuramos manter a linha e o ideal sonoro de Os Kalibrados mas posso garantir que a maturidade e o crescimento musical é muito mais visivel neste álbum em relação ao 1º álbum temos desde cantos populares ao jazz clássico passando pelos ritmos quentes característicos da nossa terra em suma um álbum muito atraente em termos de vibes e estilos

Quantas exemplares pensam vender com este álbum?
Vamos ver como é que as coisas correm mas temos reservados para Angola 15 000 cds Que achamos ser o suficiente para as primeiras impressões.


O QUE TODOS QUEREM SABER DO VUI VUI E NÃO TÊM CORAGEM DE PERGUNTAR
Vocês têm noção que influenciaram a maior parte dos discos que saíram pós kalibrados? Em função disso, como vês o movimento hip hop na banda? Bom ou mau?
Sim. Olha, não sou de tapar o sol com a peneira, nem de enfeitar o que não tem jeito neste momento do que se tem ouvido, do que tem saído de facto podemos concluir o que o momento é mau para n dizer pior, mas acredito ainda assim que seja apenas uma fase porque rapers fortes todos sabemos que existem. O que se calhar é necessário que os álbuns sejam na prática tão fortes como na teoria todos rapes são.

Que frutos negativos gerou o sucesso do vosso primeiro disco?
Diz e muito bem o Mc K que uma gota de sucesso atrai um oceano de invejosos e com Os kalibrados a regra se manteve.

Diz-se por ai que tudo o que repaste depois do álbum em participações e mixtapes é uma resposta a provocações . É verdade?
Não! Modéstia a parte são muito poucos os que conseguem ter o vui frente a frente em batalhas e freestyle. Distingui-me em batalhas e todos sabem disso por vezes o que faço é simplesmente relembrar estes tempos mas sem alvo certo, amadureci muito como musico, cresci como pessoa e decidi fazer mais musica. Mais de 90 % destes raperes que suposta mente mandam rimas nunca os vi quando fazia batalhas ou na rádio ou nas ruas o que me leva a concluir que querem chamar atenção eles esquecem é que eu também já estive em baixo.

Certo, então essa fase faz parte do passado?
Yah. Avançamos na vida quando damos passos a frente

O personagem principal dos teus beefs era o Big Nelo?
Não pelo contrario. Tenho um enorme respeito pelo Big Nelo, alias para quem não sabe foi das primeiras pessoas a apadrinhar os Kalibrados. Mas por vezes as pessoas sentem necessidade de arranjar alvos para as rimas que outros mc’s mandam, mas por outro lado em freestyles ou skills como é mais representing, poderemos uma vez orr improviso buscar coisas ou palavras que as pessoas possam flutuar divagar sobre quem seria ou para quem seria uma rima ou outra.

No disco do Mega Fofo, bifaste o Boss Ac e o Valete?
Muito se tem falado sobre o free que fiz no álbum do mega fofo, vergo-me ao AC é um ídolo para mim, se hoje faço rap uma grande percentagem de incentivo pertence a ele e não escondo. Fiz uma punch que de facto toquei no nome dele mas sem querer suscitar beef ou provocação, tens o exemplo de um mc que é o shimo xl que tem nas suas rimas nomes de pessoas em combinações ou comparações.

Em relação ao quem manda no teu block, a reacção dos grupos foi a maior ferida dos Kalibrados, ou nem por isso?
Hehhahehhahhe, yah os rapes n gostaram muito não. Mas nós dissemos verdades não?!! Não falamos mal de ninguém, só cantamos o que conquistamos com nosso trabalho.
SINGLE KALIBRADOS - PARA DOWNLOAD
01 - BAM BRI BAM - DOWNLOAD
02 - ATÉ QUE A MORTE NOS SEPARE C/ DINO - DOWNLOAD
03 - MULHER FANTASMA C/ A. RALPH E NACOBETA - DOWNLOAD
BONUS VIDEO CLIPE BAM BRI BAM - DOWNLOAD VIDEO

Publicidade - Vai comprar o disco

Mais um cartaz zangado do Samurai. (não é fácil um designer elogiar o trabalho do outro, mas esse aqui rompe todos os blá blá blás) Já todos viram este cartaz pela internet, mais o que se pretende de facto é movimentar o pessoal a ir comprar o cd, não apenas por ser um contributo a valorização do artista bem como o seu trabalho, mas sim por se tratar de um bom mc, por se tratar de bom rap e por se tratar de Kid MC, um artista que está a revelar-se um grande mc.

16 junho 2008

Esticar o braço aos Mc's - MÚSICAS PARA DOWNLOAD

O blog ficou quase duas semanas sem actualização, dai muita música ficou sem entrar no espaço "Esticar o braço aos mc's", HOJE temos disponivel uma actualização mutante, várias músicas de ambas nacionalidades inseridas neste projecto são apresentadas e esperamos ser do agrado de todos, embora não dispormos de muita informação em relação aos seus compositores, esta lista vale mais pela intenção de divulgar a cultura.

Ai vai a lista de músicas disponiveis para download e as possiveis informações:

Vamos começar pela música 16 tempos da F&G (Moçambique) -

DOWNLOAD
GOMEZ esta de volta ao mercado. participou nesta música do moçambicano Stravaganza In the bar - Stravaganza feat Gomez - DOWNLOAD
A GPro esta a preparar uma mixtape em colaboração com alguns artistas e label do mercado moçambicano. Esta mixtape é um projecto que pretende ùnica e exclusivamente contribuir para o cenário HipHip moçambicano colocando no "ar" sons "frescos" e tentando dessa forma estimular e incentivar o rap feito em moçambique, Para o efeito vários Rappers serão convidados a participar!! Os beats são exclusivamente moçambicanos e já usados em projectos anteriores.
Para download a gpro oferece 2 CANOS - Calcinhas no Ar (Gpro mixtape) - DOWNLOAD
Passamos por um blog de hip hop moçambicano e roubamos as seguintes músicas
Skinos - xenofobia
Skinos - mr. baggy jeans
Team fresh ft Young sixties nd M-18 - fala com o papa
Movimento suburbano - nódoas de uma flor
Classics la familia - tem que saber viver
Movimento suburbano - nossa estoria
Kamas ft Kharim - princesa

Young sixties - please call me
Squad dangerous - ha perigo
Classics la familia - tentei enganar-te [ Classics prod.]
4 predios - 4 predios hustla [ 4real prod.]
Hip hop com rimas ft C dub young - a malta esta no topo
Suky G-boy Skino - facam barulho [remix]
Classics la familia - amor nao correspondido
Mimae ft k9 e f-kay - so tu e eu
Fifas - cú magro [ beef ]
Slim nigga - cobras e lagartos [ beef ]
Highest Level feat fkay_-_highest_friends
Super Star Block - i get money
k9 - gás
Jomo Bling - top back moz [ P.A.Z ] Mixtape

Hip Hop Kara Kara

HIP HOP KARA KARA é o nome do novo programa radiofónico de hip hop em Moçambique, apresentado por Duas Caras, o programa vai ao ar todos os sábados das 15h as 17h na Radio Indico, na frequência modulada 105.5. Não deixem de escutar e espalhem a mensagem.

11 junho 2008

Keita Mayanda - Hip hop com rosto angolano

Se precisarmos fazer a carta de apresentação do hip hop angolano, de certeza que o nome de Keita Mayanda fará parte de uma honrada lista de artistas que fazem rap com identidade nacional, quem procura por música sem Jay-zismo, sem influências influências de outras nacionalidades, então faça o download do Álbum "O homem e o Artista" de Keita Maya e já agora CLICA AQUI para ver o video.

O HOMEM E O ARTISTA - TRACK LIST
Intro (prod. Leornado Wakuti) - DOWNLOAD
Música pra o sol que nasce (prod. Leornado Wakuti) - DOWNLOAD
Existência (prod. Leornado Wakuti) - DOWNLOAD
Entre 2 mundos (prod. Leornado Wakuti) - DOWNLOAD
Bom dia (prod. Leornado Wakuti) - DOWNLOAD
O diamante falso (Prod. NK) - DOWNLOAD
Lutar com os olhos secos (prod. Leornado Wakuti) - DOWNLOAD
Jimona (Prod. NK) - DOWNLOAD
Sociologia (prod. Leornado Wakuti) - DOWNLOAD
Equilibrio (Prod. Conductor) - DOWNLOAD
Mente aberta (Prod. Conductor) - DOWNLOAD
Falso orgulho 2 (Prod. NK) - DOWNLOAD
Flores Selvagens (prod. Leornado Wakuti) - DOWNLOAD
O caminho do meio (prod. Leornado Wakuti) - DOWNLOAD
A idade da razão (Prod. Conductor) - DOWNLOAD
Intro - DOWNLOAD
Música pro sol que nasce - VER VIDEO

09 junho 2008

O Show dos SSP



Paul G, Kudy, Jeff Brown e Big Nelo uniram-se a pedido de várias famílias para a realização de dois únicos e exclusivos show dos SSP, nos dias 29 de 30 de Maio em Luanda, no cine Atlântico.

O grupo contou com a Co-Produção da Step Models, que de um modo bastante profissional tratou de organizar a multidão que se fez presente no local para testemunhar aquelas duas noites tidas como históricas; vale recordar que os quatro elementos que formaram os SSP, dividiram-se a oito anos atrás, deixando os fãs órfãos, mas como a amizade falou mais alto e numa altura em que se reconhece o papel que o referido grupo teve na edificação do hip hop em Angola, foi boa a ideia de recapitular a historia do grupo que marcou a juventude e adolescência de muitos angolanos.

O show abriu com a música “não vale a pena” com a participação de Puto Chico (interpretado por Fábio da Zona Cinco), para o aplauso de Phathar Mak, Sebem, Republicano, Moisés Luís, Bruna Tatiana, Vip, Yanick, Kool Klever, DJ Samurai e muitos outros convidados vip’s que prestigiaram o show e não se intimidaram na hora de saltar, cantar e dançar.

Ficou evidente a alegria dos SSP quando depararam-se com a casa super cheia e a vibrarem durante todo espectáculo, Paul G e Big Nelo apesar da idade conseguiram dar o dito toque que lhes caracteriza como bailarinos (o toque em que o Big passa o pé por cima da cabeça do Paul G e os dois caem em “espragata” ). Não restou dúvidas que Jeff Brown é um grande MC, soube controlar o show e não esqueceu de chamar o Kudy para as brincadeiras que só eles conseguem fazer em público e todos gostam.

AS EMOÇÕES
Houve bastante emoção mas não foi um show de 99% de amor, apenas 50%, a outra percentagem ficou no estilo rap a maneira SSP, um facto que chamou atenção de quem vos reporta, foi enquanto cantavam a música “etu mwangola” embora não ser música romântica, mas houve quem tivesse chorado, outro grande motivo de realce foi a música “Deus” que no show foi uma homenagem de Descanse em Paz (D.E.P.), para Lourdes Van-dunem, Nha Lisanda, Beto Gourgel, Camilo Domingos e muitos outros artistas angolanos que já não fazem parte do mundo dos vivos e Jeff brown chamou a sí todas as atenções cantando em humbundu, mantendo um clima de muito sossego. Mais o show não parou por ai quatro fãs foram escolhidas para dançar com os quatros artistas e muitas outras receberam flores. Pela primeira vez viu-se Big Nelo e Paul G e ficarem sem palavras a dirigirem-se ao público de tanta emoção, Paul G soltou um “eu vos amo” mais alto que o “Freaking me out”

AS BANDEIRAS
Foi o show mais difícil de terminar, anunciou-se a última música, cantaram e o público simplesmente não saiu, tiveram de entrar novamente e cantar uma música em estilo de bónus, facto que gerou a alteração na lista das músicas do segundo show.
O público não deixou se evidenciar o facto de BIG NELO e KUDDY esquecerem-se de algumas letras, na realidade os fãs foram os grandes convidados da noite.

FACTO INEDETO
Foram dois shows, o primeiro no dia 29 e o segundo no dia 30 e ambos estavam super abarrotados, e por incrível que pareça nem mesmo assim houve confusão, estavam todos preocupados em assistir o espectáculo. Uma verdade que não dá para esconder é que nunca nenhum outro grupo terá enchido tanto o atlântico sem precisar chamar outros grupos convidados, sobretudo em dois dias consecutivos e apenas a cantarem músicas antigas. Um verdadeiro espectáculo não antes visto.

Assim foi o show da carreira a quatro dos SSP, muitas recordações, espera-se agora que eles consigam conciliar os seus afazeres e levem este projecto as restantes províncias de Angola, pois ficamos a saber que os admiradores das restantes províncias solicitam este show e neste momento sentem-se enteados em relação a Luanda. Vai ficar na saudade a actuação dos quatros meninos de ouro nas músicas “Te quiero”, Pitanga boa, Tell me baby, miúda, Chama por mim, os reis da noite e outras e outras que bateram no show e continuam a bater por Luanda afora depois do espectáculo.

Estas três últimas imagens vão ficar na historia
Para quem não foi ao show ai vai um Megaremix das músicas dos SSP não download - CLICA AQUI PARA BAIXAR A MÚSICA

05 junho 2008

Blog em dia outra vez


Como devem se ter apercebido o blog ficou cerca de duas semanas sem actualização, este facto só foi possível devido a um erro técnico no nosso Macintosh, erro este que até agora não foi superado.

No entanto e como este projecto não pode parar, criamos algumas alternativas que esperamos ter o mesmo resultado. É importante frisar que as actualizações vão demorar já que acumulou-se muita informação.

Nunca é demais agradecer pelos e-mails, pelos incentivos e pela colaboração quando os artistas atendem as nossas solicitações em tempo.

Aguardem por novidades.
 

Contactos

DINO CROSS +244912204076
http://www.facebook.com/BlogDinoCross

Até agora (desde 20 de Março/08)

free hit counter

Blog Archive

 
Blogger Templates